segunda-feira, 30 de maio de 2016



Você não é capaz de mudar o mundo inteiro, mas pode mudar o mundo de alguém.

Como começar?

É simples! Recicle hábitos e colabore com os catadores de Cruz Alta.

Doe jornais e pets no dia 04/06/2016 (sábado)

O caminhão do Projeto Profissão Catador estará esperando as suas doações em frente ao Salão Paroquial da Catedral do Divino Espírito Santo, das 8h às 17h.

Aproveite para saber mais sobre o Projeto no Bazar da Mitra Diocesana.

Realização: Comitê Municipal para a Inclusão Social e Econômica dos Catadores de Materiais Recicláveis (CMISC-CA)

Apoio: Mitra Diocesana – Cruz Alta

quarta-feira, 25 de maio de 2016

O Projeto Profissão Catador da Unicruz, patrocinado pelo Projeto Petrobras Socioambinetal, marca presença no Dia do Desafio do JA na RBS. Aproveitamos a data para desafiar a todos a uma reciclagem de hábitos. A separação de materiais reaproveitáveis, além de gerar renda para os catadores, é fundamental para a preservação do meio ambiente.

Confira a ação no link


sexta-feira, 20 de maio de 2016

Lápis e caderno entram em ação no “Projeto Educação formal às famílias do Profissão Catador: organizando saberes para a formação cidadã”



Os catadores do Projeto Profissão Catador (PPC) da Associação do Jardim Primavera (AREPRICA), e seus familiares, estão tendo a oportunidade de alfabetização ou a complementação e reforço dos estudos.
A ação proposta, inciativa dos professores do Proenem da Unicruz, coordenados pela Professora Dra. Ieda Márcia Donati Linck, com o apoio da psicopedagoga Fátima Costa, objetiva, a partir do conhecimento do nível de estudos dos catadores inscritos no PPC, e de suas famílias, desenvolver um trabalho que possibilite aos participantes maior autonomia e vivência cidadã, por meio da educação. Trata-se de um projeto piloto que será ampliado para as demais associações.
O primeiro encontro foi marcado pela motivação dos educandos, que receberam um Kit para a realização dos estudos, patrocinado pela Óptica Orion II. Além das práticas emancipatórias previstas para os cooperados do Projeto Profissão Catador, os docentes estão acompanhando a trajetória escolar das crianças, filhos dos catadores.
As atividades do projeto de extensão estão sendo realizadas na Associação do Jardim Primavera e em salas da INATESOCIAL, que está instalada no prédio da Unicruz Centro.
Atualmente o Projeto Profissão Catador é um dos projetos desenvolvidos pela INATECSOCIAL da instituição, que objetiva promover a incubação e aceleração de negócios sociais, segundo os princípios da economia solidária e da economia criativa, da região de abrangência da Universidade de Cruz Alta.






Costurando projetos de vida a partir de ações sustentáveis


Tesouras, linhas e banners. Isso mesmo, não estamos falando de tecidos, mas de um material publicitário muito utilizado para propagandas, o conhecido banner, que pode ser aproveitado para a confecção de bolsas. Essa é uma das propostas do Projeto “Construindo alternativas solidárias para a inclusão produtiva de mulheres”, coordenado pela Professora Dra. Isadora Wayhs Cadore Virgolin, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura de Cruz Alta.
 
O projeto PIBEX é uma das inciativas da INATECSOCIAL, Incubadora e Aceleradora Tecnológica de Negócios Sociais da Universidade de Cruz Alta, que atua segundo os princípios da economia solidária e da economia criativa, na região de abrangência da Unicruz.

Com a finalidade de gerar trabalho e renda numa lógica associativa, voltada para a sustentabilidade, toda a produção é feita de materiais reaproveitáveis.

Agora mesmo, nessa tarde chuvosa de sexta (20), as participantes estão reunidas na Unicruz Centro para produzir as bolsas, que futuramente serão comercializadas. A formação do grupo de trabalho é anterior ao projeto, pois as integrantes já atuavam na Cozinha Solidária do CRAS.

Os banners foram coletados na Universidade de Cruz Alta, no decorrer de 2015, através do Projeto Coleta Seletiva Solidária.

A Sra. Lúcia Jussara Vieira, uma das participantes, ressaltou que adora participar do projeto, pois além de gostar do artesanato, sabe que está colaborando com o meio ambiente. Além disso, está tendo a oportunidade de aumentar a sua renda.


Lúcia Jussara Vieira - Aposentada

O Projeto Profissão Catador da Unicruz recebe a visita do Gestor de Projetos Sociais da Petrobras

O Projeto Profissão Catador da Unicruz recebe a visita do Gestor de Projetos Sociais da Petrobras


O destino e comercialização de materiais recicláveis, impactos ambientais, inovações e avanços de ações cooperativadas dos catadores foram alguns dos assuntos que estiveram em pauta na semana de trabalho dos catadores e equipe do Projeto Profissão Catador da Unicruz. A visita técnica de acompanhamento do projeto, realizada pelo Gestor de Projetos Sociais da Petrobras, Marcello Brandão, aconteceu nos dias 16, 17 e 18 de maio.

A agenda do Gestor iniciou com a visita à Associação de Materiais Castilhense (AMARCA), de Júlio de Castilhos, inaugurada em 22 março deste ano.

A programação seguiu com uma recepção na Fundação Universidade de Cruz Alta, com a presença da Presidente da Fundação, Enedina Teixeira da Silva, da Reitora, Patrícia Dall’Agnol Bianchi, do Pró-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unicruz, Diego Pascoal Golle, da Coordenadora do Projeto Profissão Catador, Isadora Virgolin, e Administrador do Projeto Profissão Catador, Leonardo Gabriel Borges.

Na terça (17) foram visitadas três Associações de Cruz Alta, AREPRICA – Jardim Primavera, ACCA – Bairro dos Funcionários e ATRECA – Bairro Planalto, pela manhã. À tarde, as atividades continuaram na Associação de Recicladores de Tupanciretã – Terra da Mãe de Deus (ARTMD), inaugurada em 08 de março deste ano, e na Associação de Catadores de Salto do Jacuí, inaugurada em 02 de dezembro de 2015.

Na quarta (18) a programação iniciou na ARCA – Bairro Acelino Flores de Cruz Alta e a última atividade foi na Associação Cidadania Sustentável de Ibirubá.

O objetivo da visita técnica de acompanhamento do Projeto é mostrar que os projetos sociais patrocinados até hoje foram escolhidos por meio de seleção pública e são acompanhados por critérios rigorosos, estabelecidos pela sistemática de investimentos sociais da Petrobras.

Associação do Bairro Acelino Flores
Associação do Bairro dos Funcionários - Cruz Alta 







  

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Catadores de Cruz Alta conquistam a implantação de projeto piloto da coleta seletiva para a cidade


As Associações de Catadores do Projeto Profissão Catador da Unicruz, AREPRICA, ACCA, ARCA e ATRECA, obtiveram nesta terça (17) um grande avanço junto ao município, a assinatura de um contrato com a Prefeitura de Cruz Alta para a implantação da coleta seletiva em dois bairros da cidade: Vila Ferroviária e Bonini II. Trata-se de um projeto piloto, com duração de seis meses, que servirá como base para a futura implantação da coleta seletiva em todo o município.
A reunião contou com a presença do Gestor municipal, Juliano da Silva, o Gestor de Projetos Sociais da Petrobras, Marcello Brandão, a Presidente da Fundação Universidade de Cruz Alta, Enedina Teixeira da Silva, a Reitora da Unicruz, Patrícia Dall’Agnol Bianchi, o Pró-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unicruz, Diego Pascoal Golle, os catadores das Associações de Cruz Alta e a equipe do Projeto Profissão Catador.

O progresso do Projeto Profissão Catador desde 2006, pelo trabalho colaborativo dos catadores, e o fortalecimento das ações de reciclagem, por meio da atual parceria com a Prefeitura, estão entre os principais assuntos que foram debatidos.

A Reitora Unicruz, Patrícia Dall’Agnol Bianchi, ressaltou o orgulho da Universidade em ver a trajetória desse projeto pelas mãos dos catadores, trabalho que hoje serve de exemplo e modelo a outros municípios como Tupanciretã, Júlio de Castilhos, Salto do Jacuí e Ibirubá, onde as Associações também foram inauguradas pelo Projeto Profissão Catador e estão em atividade. 

Segundo o Gestor municipal, Juliano da Silva, dentro de uma semana a coleta seletiva será uma realidade para a Vila Ferroviária e Bairro Bonini II.










terça-feira, 17 de maio de 2016

Arte e reciclagem em cena no Campus da Unicruz

Apresentações itinerantes do Grupo Máscara surpreenderam a comunidade acadêmica da Universidade de Cruz Alta na última segunda (16). A ação de conscientização acerca da importância do destino correto do material reciclável, iniciativa dos catadores do Projeto Profissão Catador da Unicruz, projeto Coleta Seletiva Solidária e INATECSOCIAL, esteve em diferentes “palcos” do Campus, com a supervisão do catador Thiago Dias Nascimento. Foram mais de 30 intervenções culturais.           







                                                                  


Além de lembrar os alunos, professores e funcionários de como a reciclagem de hábitos na hora de descartar diversos materiais que são utilizados no dia a dia pode colaborar para mudanças significativas na vida dos catadores e organização de seus trabalhos, bem como beneficiar o meio ambiente, a atividade divertiu o público.  








“Adorei ser surpreendida pela apresentação do grupo. Acho que foi muito válida a intervenção cultural. Precisamos, a todo momento,  relembrar do nosso papel e fazer a nossa parte na separação do nosso lixo. Adorei a iniciativa do Projeto Profissão Catador”.

Denise Roth
Relações Públicas do Núcleo Integrado de Comunicação



“O trabalho de conscientização acerca da separação do material reciclável deve ser contínuo. Ações alternativas como essa marcam muito mais que palestras”.

Tanize Cristina Marques
Aluna do Curso de Jornalismo


“Essas ações são importantes para que as pessoas pensem sobre como o material vai chegar ao catador. A Universidade deve dar exemplo. Os catadores recebem o material sem, muitas vezes, poder reciclar.”

Thiago Dias Nascimento
Catador da Associação AREPRICA do Projeto Profissão Catador




“Amei a apresentação!”
Elisete Munari
Setor de limpeza da Unicruz 

“Achei a ação maravilhosa. A reciclagem deve ser um hábito natural, especialmente, no ambiente universitário. Não podemos deixar esse assunto para depois.”

Jaciara Treter
Coordenadora do Curso de Ciências Contábeis


 “A arte tem uma forma especial de tocar os seres humanos. E a arte associada ao assunto da reciclagem faz pensar sobre a consciência de sustentabilidade e manutenção da própria vida.”

Vanessa S. Neubauer
Docente do Direito

Todos podem contribuir com a Coleta Seletiva Solidária. Para começar, basta separar:
Reciclável
Não reciclável
Papel
Vidro
Metal
Plástico
Papel engordurado
Borra de café
Erva mate
Restos de alimentos