quinta-feira, 26 de junho de 2014

Profissão Catador apresentou o projeto para as entidades assistidas pelo banco de alimentos

Na tarde da última quinta-feira, dia 26 de junho, na sede do Banco de Alimentos, os catadores do Projeto Profissão Catador, patrocinado pela Petrobras, Secretaria Nacional de Economia Solidária e executado pela Unicruz, em parceria com o executivo municipal, apresentaram o projeto para 15 representantes das entidades assistidas pelo Banco de Alimentos.

A ação levou esclarecimentos sobre o trabalho dos catadores, separação de materiais recicláveis, que proporcionam boas consequências sociais e ambientais. Segundo a Assistente Social do Projeto Profissão Catador, Lídia Picasso, esse momento foi importante para divulgar como o catador vem sendo reconhecido pela comunidade, “através de um comprovante de renda, atualmente os catadores conseguem abrir crediários no comércio, contas em bancos e isso incentiva os trabalhadores”, diz.

O Assessor de Comunicação do Projeto Profissão Catador, Diones Biagini, disse que a partir deste contato mais próximo com as entidades parceiras do Banco de Alimentos, podem surgir outras parcerias, “essa interação é muito boa, pois esclarece dúvidas dos representantes das entidades, que são multiplicadores de opiniões”, comenta.

A Monitora de Gestão, Elenise Dias, explicou durante o evento, que atualmente as empresas parceiras do projeto, que solicitam um recibo do material doado, são atendidas, “Os parceiros ligam para o projeto, o agendamento do caminhão é realizado e posteriormente os materiais são encaminhados para serem pesados nas associações”, explica.

Durante a ação, a Diretora Técnica do Banco de Alimentos, nutricionista Angela Brunelli, pediu para os representantes das entidades encaminharem propostas de futuras parcerias com o Projeto Profissão Catador, “Em um próximo encontro com o Profissão Catador, já podemos verificar as realizações que cada entidade fez junto ao projeto”, colaborou. 

A Catadora do Bairro Jardim Primavera 2, Adriana Padilha, conta que são nesses encontros que a comunidade consegue identificar o real trabalho dos catadores, “A cada dia estamos plantando sementes para colhermos bons frutos”, reflete.


Durante o encontro, o membro do Centro Espírita Fraternidade, Antônio Spanenderg, salientou que hoje tem conhecimento de que nem todos os catadores da cidade, fazem parte do Projeto Profissão Catador, “Neste encontro interativo fiquei sabendo que o projeto incentiva o trabalho coletivo dentro das associações e que a comunidade pode destinar o material reciclável direto para esses locais”, diz. 









      Fonte: Assessoria de Comunicação do Projeto Profissão Catador

Parceria com a CIDUSA motiva os catadores

O Projeto Profissão Catador, patrocinado pela Petrobras, Secretaria Nacional de Economia Solidária e executado pela Universidade de Cruz Alta em parceria com o executivo municipal fechou uma parceria nesta quarta-feira, dia 25 de junho, com a Companhia Industrial e de Desenvolvimento Urbano de Cruz Alta - CIDUSA. Durante o encontro na sede da empresa, com o Diretor Presidente da companhia, João Paulo Reis, ficou acordado que os catadores do projeto farão o recolhimento de uma grande demanda mensal de sacos de cimentos, utilizados na empresa.

O Diretor Presidente da companhia, João Paulo Reis, comenta sobre o fechamento da parceria com o Projeto Profissão Catador, “Não poderíamos ficar de fora deste projeto da Unicruz que tem parceria da Petrobras, com as associações de catadores, pois nossa fábrica produz resíduos que são úteis aos catadores que irão agregar renda para eles”, comenta.



O Catador José Patrick dos Reis, afirma que este compromisso firmado vai gerar mais trabalho e renda para as famílias dos catadores, “Estamos contente com essa grande parceria”, comenta. O Assessor de Comunicação do Projeto Profissão Catador, Diones Biagini, diz que é muito importante a relação com as grandes empresas de Cruz Alta, “O projeto só consegue avançar na questão da geração de trabalho, renda e sustentabilidade ambiental, se as empresas, entidades e a comunidade estiverem engajadas nesta causa”, afirma.




       Fonte: Assessoria de Comunicação do Projeto Profissão Catador

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Catadores de Tupanciretã conhecem o projeto em Cruz Alta

Na manhã da última terça-feira, dia 24 de junho, a equipe do Projeto Profissão Catador patrocinado pela Petrobras, Secretaria Nacional de Economia Solidária e executado pela Universidade de Cruz Alta em parceria com o executivo municipal receberam em Cruz Alta, os catadores da Associação de Recicladores de Tupanciretã Terra Mãe de Deus, o qual realizaram visita na Central do Projeto, na Unicruz Centro, na Associação do Bairro dos Funcionários e na Associação do Bairro Jardim Primavera 2.

Segundo o Presidente da Associação de Tupanciretã, Cristiano Ribeiro Machado, a visita teve o objetivo de conhecer a estrutura das associações de Cruz Alta, para aprender com os catadores que já possuem uma maior experiência nesta atividade, “Procuramos buscar novas experiências para o aperfeiçoamento de nosso trabalho, uma vez que estamos nos legalizando, sempre em busca de uma renda fixa, para melhorar a vida de nossas famílias”, diz.

Ele ainda conta que gostou da estrutura das associações de Cruz Alta e principalmente da atenção destinada aos catadores, “Fomos bem tratados, o pessoal esclareceu nossas dúvidas, foi muito boa essa experiência”, relatou.

A Assistente Social do Projeto Profissão Catador, Luciane Deicke, conta que este trabalho vem ocorrendo, através do projeto, “Alinhavos e pontos no mapa regional para cerzir o tecido social: uma proposta intermunicipal de organização dos trabalhadores com resíduos sólidos, submetido ao Edital de Chamada pública da Secretaria Nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho”, relata.

Segundo ela, o projeto é uma proposta intermunicipal de organização dos catadores, que além de Tupanciretã, também contempla os municípios de Salto do Jacuí e Júlio de Castílhos, “A partir de um diagnóstico que realizamos nesses municípios pudemos perceber a realidade dos catadores e a partir daí, identificamos as dificuldades dos trabalhadores e por isso estamos proporcionando esse momento de integração e aprendizado para eles”, informa.

A Presidente da Associação de Catadores do Bairro dos Funcionários, Maria Amélia Corrêa, relata que visitas como essas motivam o nosso trabalho, “Neste momento é que percebemos o quanto temos uma caminhada, que já serve de exemplo para os catadores de outros municípios”, comenta. A Catadora Odete Melo, diz que a troca de aprendizado foi fundamental, “Seria interessante que isso ocorre-se outras vezes”, sorri.

A Catadora de Tupanciretã, Ana Maria Ribeiro dos Santos, disse que ajudar os catadores de Cruz Alta na prática, criou a possibilidade para que os mesmos pudessem verificar alguns objetos que também podem ser reciclados, “A partir do que vimos aqui, identificamos o que poderemos selecionar a mais em nossa cidade”, disse. 

A Monitora do Projeto Profissão Catador, Tamara Perine, conta que os catadores puderam verificar que sacolinhas de Polietileno colorido podem ser recicladas, assim como embalagens plásticas de salgadinhos e bolachas recheadas, informa.











     Fonte: Assessoria de Comunicação do Projeto Profissão Catador

terça-feira, 24 de junho de 2014

Sábado tem a Festa Junina da Feira de Economia Solidária

Acontecerá no próximo sábado, dia 28 de junho, no Centro de Comercialização da Agricultura Familiar de Cruz Alta, em frente à Escola Margarida Pardelhas, a Festa Junina da Feira de Economia Solidária.

O evento irá das 7 horas e 30 minutos às 17 horas e contará com expositores locais e regionais, que estarão comercializando produtos de empreendimentos da agricultura familiar, frutos do mar, hortaliças, artesanato, cucas, bolos e mel. Segundo uma das Coordenadoras da Feira, Ana Lima Ferreira, também serão comercializados produtos típicos do período das festas juninas, como pipocas, quentão, cachorro quente, entre outros, “além disso teremos atrações artísticas e casamento caipira”, divulga.

Ela ainda relata que a expectativa para o evento é grande, “a ideia é que tenhamos um público expressivo superando a marca da ótima feira do Dia das Mães, lembrando que as feiras estão ocorrendo em datas comemorativas”, lembra.

A iniciativa esta sendo organizada pela Universidade de Cruz Alta, Projeto Profissão Catador Petrobras e Secretaria Nacional de Economia Solidária, Mitra Diocesana e Cáritas Brasileira e Prefeitura Municipal de Cruz Alta, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural. Os Clubes de Mães ligados ao Gabinete da Primeira Dama também estarão expondo seus produtos. O Projeto Profissão Catador estará divulgando suas ações junto a um box no local.

Os feirantes podem fazer as inscrições na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural em frente ao Margarida Pardelhas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 33223218. 



       Fonte: Assessoria de Comunicação do Projeto Profissão Catador

terça-feira, 17 de junho de 2014

I Coletaço de Vidros: Evento foi adiado para o 2º semestre

A organização do I Coletaço de Vidros definiu no último sábado, dia 14 de junho, que o evento acontecerá no segundo semestre, junto ao período de verão, uma vez que nas últimas duas datas agendadas o tempo não colaborou para que o evento acontecesse. O Assessor de Comunicação do Projeto Profissão Catador, Diones Biagini, conta que mesmo sem o evento ter acontecido o caminhão do projeto já recolheu mais de 12 mil quilos de vidros, oriundo das empresas, vidraçarias, edifícios, residências e da comunidade, que mesmo com chuva acabou deixando seu material no Módulo Policial da Cuia.  “A comunidade já atendeu ao chamado do Projeto Profissão Catador e do Rotary Ana Terra e desta forma contribuiu com o meio ambiente e com os catadores do Bairro Acelino Flores, Jardim Primavera 2 e Bairro dos Funcionários”, agradece.
Segundo a Secretária Executiva do Rotary Clube Ana Terra, Maria Lúcia Jaques de Oliveira, a entidade apoia ações que trazem benefícios para a comunidade, “Essa é a primeira de muitas outras ações que pretendemos apoiar”.
O Projeto Profissão Catador é patrocinado pela Petrobras, Secretaria Nacional de Economia Solidária e executado pela Unicruz, em parceria com o Executivo Municipal e o Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Projeto Profissão Catador

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Projeto Profissão Catador participou da III Conferência Estadual de Economia Solidária

A equipe do Projeto Profissão Catador, patrocinado pela Petrobras, Secretaria Nacional de Economia Solidária e executado pela Universidade de Cruz Alta, em parceria com o Executivo Municipal, participou na última sexta-feira, 6 e 7 de junho, da III Conferência Estadual de Economia Solidária do Rio Grande do Sul. A ação teve como um de seus objetivos, elaborar diretrizes, eixos estratégicos e ações prioritárias para a construção dos planos regionais, estadual e nacional da Economia Solidária. O evento ocorreu no Salão do Clube Farrapos em Porto Alegre e contou com a participação de 11 cruzaltenses, que representarão a Universidade de Cruz Alta e a Cáritas.

Na oportunidade foram escolhidos para representar Cruz Alta, na Conferência Nacional em Brasília, ainda sem data definida, a Assistente Social do Projeto Profissão Catador, Lídia Picasso e a catadora do Bairro Acelino Flores, Marlete Moura de Souza.

O Assessor Representante da Secretaria Estadual de Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa, Alonso Coelho, salientou a importância da região noroeste para a Economia Solidária, “esse território tem história e esta conseguindo restabelecer o espaço de construção de uma política de fomento dos produtos da Economia Solidária”, diz.

Segundo o Administrador do Projeto Profissão Catador, Leonardo Gabriel Borges, este momento foi importante para expormos as dificuldades e potencialidades da Economia Solidária, “sempre em busca de mais apoio dos poderes públicos”, diz.







      Fonte: Assessoria de Comunicação do Projeto Profissão Catador

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Gincana do PET na Escola premia os vencedores

O Projeto Profissão Catador realizou durante esta semana, a entrega dos troféus e recolhimento do material oriundo da Gincana do Pet na Escola. A iniciativa surgiu através de uma proposta de fortalecimento da organização social e econômica de catadores de materiais recicláveis, a partir da confecção de vassouras ecológicas no município de Cruz Alta.

A intensão da ação foi a de mobilizar os alunos das escolas Cooperação, Álvaro Ferreira Leite, Annes Dias, Gabriel Álvaro de Miranda, Venâncio Aires e Margarida Pardelhas, para trazerem pet´s em prol dos catadores, que irão confeccionar vassouras sustentáveis, a partir desta matéria prima. No total foram arrecadados 6.689 pets.

Conforme o Assessor de Comunicação Diones Biagini, a Gincana do Pet se adequou a realidade de cada escola com o apoio forte das direções, “em uma instituição não houve competição, ficando o troféu para todos da escola, em algumas instituições a turma que juntou mais pet´s ganhou um troféu oriundo da reciclagem, já em outras escolas aconteceu uma competição saudável entre as séries”, disse.

Ele ainda conta que os catadores do Jardim Primavera 2 e o  Super Seletivo fizeram a entrega dos troféus dos primeiros lugares, “os alunos ajudaram o boneco mascote da campanha e nada mais justo que ele fizesse a entrega”.

A Catadora do Bairro Jardim Primavera 2, Simone Rodrigues, conta que esta matéria prima coletada nas escolas beneficiará os catadores, “com a confecção de vassouras sustentáveis poderemos complementar a nossa renda”, diz.

O Monitor do Projeto Profissão Catador, Maryo Cunha, conta que foi gratificante ver o quanto as crianças e adolescentes se divertiram com a Gincana do Pet, “foi possível ver a alegria nos olhos de cada um. Eles limparam o bairro, os pátios das residenciais e isso foi muito bom para o meio ambiente e para os catadores”, ressalta.

O período de coleta dos pets ocorreu de 26 a 6 de junho, sendo encerrado na semana do meio ambiente. A campanha foi realizada pelo Projeto Profissão Catador, patrocinado pela Petrobras, Secretaria Nacional de Economia Solidária e executado pela Unicruz, em parceria com o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, através da Secretaria do Trabalho e do Desenvolvimento Social, Associação dos Amigos do Meio Ambiente, SulGás e Prefeitura Municipal de Cruz Alta. 


Confira quem venceu a Gincana do Pet:

Escola Cooperação: Não houve competição e o trofeú ficou para a Escola. Total de pets 1650.

Escola Álvaro Ferreira Leite: Total de pets arrecadados: 1450. 1º Lugar: 4º ano 1. Arrecadaram 466. 

Escola Gabriel Miranda: Total de pets arrecadados: 1150. 1º Lugar: 3° anos: Arrecadaram 410.

Escola Annes Dias: Total de pets arrecadados: 875. 1º Lugar: Pré Escola: Arrecadaram 242.

Escola Margarida Pardelhas: Total de pets arrecadados: 750. 1º Lugar: 2º anos: Arrecadaram 202. 

Escola Venâncio Aires: Total de pets arrecadados: 764. 1º Lugar: 3ª A3: Arrecadaram 135.                  

                                Na Escola Annes Dias
                               Na Escola Annes Dias
                                Na Escola Annes Dias
                               Material da turma vencedora no Annes Dias
                               Na Escola Cooperação
                                          Na Escola Cooperação com a direção
                                                             PETS da Escola Cooperação
                               Na Escola Álvaro Ferreira Leite
                               Na Escola Álvaro Ferreira Leite com a Diretora
                               Na Escola Álvaro Ferreira Leite
                                PETS da Escola Gabriel Miranda
                                Premiação na Escola Gabriel Miranda
                                Na Escola Gabriel Miranda
                               Na Escola Venâncio Aires
                                Na Escola Venâncio Aires
                               Na Escola Venâncio Aires
                               Na Escola Venâncio Aires
                               Na Escola Margarida Pardelhas
                               Na Escola Margarida Pardelhas
                                Super Seletivo
                               Carga de PETS

                             Fonte; Assessoria de Comunicação do Projeto Profissão Catador

terça-feira, 10 de junho de 2014

Neste sábado tem Coletaço de Vidros

A comunidade cruzaltense terá a oportunidade de fazer o descarte correto dos vidros, contribuindo com o meio ambiente, gerando trabalho e renda aos catadores do Bairro Acelino Flores, Jardim Primavera 2 e Bairro dos Funcionários, no dia 14 de junho, das 9 horas às 17 horas, no Módulo Policial da Cuia. A ação esta sendo realizada pelo Projeto Profissão Catador e Rotary Clube Ana Terra, em parceria com o Sindicato Rural de Cruz Alta, Brigada Militar CRPO – AJ, 16º BPM e Balcão do Consumidor da Unicruz.

O Assessor de Comunicação do Projeto Profissão Catador, Diones Biagini, conta que a expectativa para o Coletaço é grande, uma vez que a comunidade em geral, já esta separando os vidros para fazer o descarte correto no próximo sábado, “Devido a chuva adiamos o coletaço e por isso pedimos que o pessoal continue guardando o material para fazer a entrega no dia 14 de junho, no mesmo local e horário”, lembra.

Ele ainda comenta que fechou parcerias com 10 vidraçarias da cidade e 2 postos de gasolina, que possuem grandes demandas de vidros, “a comunidade e os empresários que possuem grandes demandas de vidros poderão entrar em contato com o telefone 33228400, para agendarem antecipadamente o recolhimento”, diz.

Segundo a Secretária Executiva do Rotary Clube Ana Terra, Maria Lúcia Jaques de Oliveira, a entidade apoia ações que trazem benefícios para a comunidade, “as rotarianas estão se mobilizando e fecharam parcerias com os moradores de dois grandes edifícios do centro da cidade e mais um restaurante”, comenta.

A Vice Presidente do Rotary Clube Ana Terra, Márcia Elisa Lamaison, conta que as rotarianas organizaram uma escala para estarem presentes no dia do Coletaço na Cuia, “iremos levar vidros, caixas e jornais para enrolarmos estes materiais, dando mais segurança aos catadores”, diz.

O Projeto Profissão Catador é patrocinado pela Petrobras, Secretaria Nacional de Economia Solidária e executado pela Unicruz, em parceria com o Executivo Municipal e o Governo do Estado do Rio Grande do Sul.



      Fonte: Assessoria de Comunicação do Projeto Profissão Catador


segunda-feira, 2 de junho de 2014

I Coletaço de Vidros: Evento foi adiado para o dia 14 de junho

A comunidade cruzaltense terá a oportunidade de fazer o descarte correto dos vidros, contribuindo com o meio ambiente e gerando trabalho e renda aos catadores do Bairro Acelino Flores, Jardim Primavera 2 e Bairro dos Funcionários, no dia 14 de junho, das 9 horas às 17 horas, no Módulo Policial da Cuia. A ação esta sendo realizada pelo Projeto Profissão Catador e Rotary Clube Ana Terra, em parceria com o Sindicato Rural de Cruz Alta, Brigada Militar CRPO – AJ, 16º BPM e Balcão do Consumidor da Unicruz.

O Assessor de Comunicação do Projeto Profissão Catador, Diones Biagini, conta que a expectativa para o Coletaço é grande, uma vez que a comunidade em geral, já esta separando os vidros para fazer o descarte correto, “devido a chuva adiamos o coletaço e por isso pedimos que o pessoal continue guardando o material para fazer a entrega no dia 14 de junho, no mesmo local e horário”, lembra. Ele ainda comenta que fechou parcerias com 10 vidraçarias da cidade e 2 postos de gasolina, que possuem grandes demandas de vidros, “a comunidade e os empresários que possuem grandes demandas de vidros poderão entrar em contato com o telefone 33228400, para agendarem antecipadamente o recolhimento”, diz.

Segundo a Secretária Executiva do Rotary Clube Ana Terra, Maria Lúcia Jaques de Oliveira, a entidade apoia ações que trazem benefícios para a comunidade, “as rotarianas estão se mobilizando e fecharam parcerias com os moradores de dois grandes edifícios do centro da cidade e mais um restaurante”, comenta.

A Vice Presidente do Rotary Clube Ana Terra, Márcia Elisa Lamaison, conta que as rotarianas organizaram uma escala para estarem presentes no dia do Coletaço na Cuia, “iremos levar vidros, caixas e jornais para enrolarmos estes materiais, dando mais segurança aos catadores”, diz.

O Projeto Profissão Catador é patrocinado pela Petrobras, Secretaria Nacional de Economia Solidária e executado pela Unicruz, em parceria com o Executivo Municipal e o Governo do Estado do Rio Grande do Sul.


 Fonte: Assessoria de Comunicação do Projeto Profissão Catador