sexta-feira, 28 de junho de 2013

CCGL é parceira do Projeto Profissão Catador

 
 
No dia 11 de Abril, a CCGL realizou uma doação de calçados de proteção aos catadores do Projeto Profissão Catador, em sinal à parceria firmada. A empresa que necessita trocar com periodicidade os calçados dos funcionários por questões sanitárias, ao observar que muitos destes calçados ainda encontram-se em condições de uso, destinou os mesmos aos catadores, caracterizando uma atitude sustentável.
Foram recebidos 206 pares  de calçados em diversas numerações. Os catadores associados que  já recebem calçados como EPI fornecido pelo Projeto Profissão Catador, agora terão mais um par através da doação da CCGL, o que será muito bem recebido, principalmente com a proximidade do inverno, será possível fazer um revezamento entre os calçados em época de frio e chuva.
 
 

1º Encontro Regional de Catadores de Materiais Recicláveis


Durante a semana do Fórum de Sustentabilidade, na quinta-feira(20) a tarde, o correu  o 1º Encontro Regional de Catadores,  com participantes da região como Júlio de Castilhos, Tupanciretã, Ijuí, Salto do Jacuí e Cruz Alta.

Esta atividade foi pensada como uma forma de integração e troca de experiências, pois através de seus relatos, os catadores puderam identificar os pontos positivos e negativos em cada situação comentada e trazer para o seu próprio ambiente de trabalho resoluções de problemas em comum.
A experiência foi válida para que os trabalhadores reconheçam que em todos os grupos de recicladores ocorrem problemas, porém há alternativas que podem se tornar uma solução para estas dificuldades e que o principal é a união e o fortalecimento do grupo.
O gestor de projetos da agência de responsabilidade social da Petrobras, Marcello Bandão participou do encontro e parabenizou a Universidade de Cruz Alta por promover um evento como este. Bandão falou da importância destes catadores trocarem experiências e comentou que trabalhar com a categoria é um desafio constante.
Confira mais imagens do evento:
Foram necessários 2 ônibus para levar os catadores do município de Cruz Alta ao campus




 Momento de descontração com o Super Seletivo, mascote da Coleta Seletiva Solidária da Unicruz



 Visão geral do público presente


 
Organizadoras e autoridades presentes


 Abertura da atividade
A assistente social do Projeto Profissão Catador, Luciane Deicke Gomes
  mediou as discussões



 
Catadores de Cruz Alta e região expondo os seus relatos
O gestor de projetos da Petrobras, Marcello Bandão, também contribuiu com a sua fala




  
Enquanto os catadores estavam envolvidos com os relatos, seus filhos tiveram uma tarde de brincadeiras, promovido pelo curso de Educação Física da Unicruz.


Ao final, foi oferecido um lanche a todos os presentes, fornecido pelo Projeto Profissão Catador e produzido pela Cozinha Solidária.

terça-feira, 25 de junho de 2013

Resumo das atividades do 3º Fórum de Sustentbilidade do Corede Alto Jacuí




O Fórum de Sustentabilidade que iniciou no dia 17 e teve seu encerramento no dia 21, levou muitos acadêmicos, autoridades e comunidade em geral a debater sobre o tema da Economia Solidária.
 
O 3º Fórum de Sustentbilidade do Corede Alto Jacuí foi promovido pela Universidade de Cruz Alta, por meio do Centro de Ciências Sociais Aplicadas e Conselho Regional de Desenvolvimento do Alto Jacuí (Corede Alto Jacuí) e patrocínio da Corsan.

O Fórum que traz uma temática diferente a cada ano, abordou no ano anterior a “Água” e na 1ª edição os “Resíduos Sólidos” e teve nesta edição como temática central a “Economia Solidária como alternativa de geração de trabalho e renda e uma resposta a favor da inclusão social”.




As autoridades que fizeram a composição da mesa na abertura do evento foram: a reitora da Unicruz, Elizabeth Fontoura Dorneles, o diretor do Centro de Ciências Sociais Aplicadas, José Carlos Severo Correa, o superintendente da Corsan, Almir Ludwig Osmari, o presidente do Corede Alto Jacuí, Roberto Luis Visoto, o prefeito de Cruz Alta, Juliano da Silva e o deputado federal ElvinoBohnGass, todos foram unânimes em suas falas em reforçar a importância da economia solidária com um dos caminhos para a sustentabilidade e manifestaram apoio a iniciativa da promoção do Fórum de Sustentabilidade, além de parabenizar o tema e os seus enfoques associados.
Um público significativo prestigiou o Fórum no primeiro dia, assim como em todas as noites e demais atividades vinculadas.



 
Na abertura do evento o foco foi a Política Nacional de Economia Solidária, cujo o tema foi apresentado pelo  diretor da Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes) e professor da Furb de Santa Catarina, ValmorSchiochet.
 
    Schiochet ressaltou que a economia solidária é uma forma de produção, consumo e distribuição de riqueza que tem por base o trabalho associado, usando como exemplo o trabalho dos catadores vinculados ao Projeto Profissão Catador, patrocinado pela Petrobras.
 
No segundo dia, estudantes de Boa Vista do Incra assistiram a palestra de Educação Ambiental, o Painel abordou a importância da educação ambiental na vida das pessoas. Os alunos que participaram da atividade são do  1º e 2º ano  politécnico da Escola Estadual de Ensino Médio Helenita Guimarães  Pereira  do município de Boa Vista do Incra. Eles estiveram reunidos para ouvir a bióloga Lidiane Deboni, Especialista em Educação Ambiental  pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e que também atua junto a Secretaria de Meio Ambiente de Cruz Alta.



À noite, o palestrante internacional, Dr Paul Comtois, abordou a aerobiologia com enfoque na importância da aerobiologia na gestão, sustentabilidade e desenvolvimento rural. O palestrante da segunda noite é professor da Universidade de Montreal no Canadá, onde também atua como diretor do Departamento de Geografia  da  mesma Instituição.

O professor abordou um tema ainda novo no Brasil, mas que merece atenção, pois pode abrir um campo de pesquisa para os interessados em aprofundar os estudos, já que esta ciência pode contribuir para a produção de alimento e climatologia.

Na quarta-feira as atividades iniciaram com a 1ª Mostra do Fórum de Sustentabilidade do Corede Alto Jacuí, voltada à apresentação de trabalhos científicos, devido ao volume de trabalho inscritos, foi necessário dobrar o espaço para as apresentações.

 


À noite, a artista plástica, designer e poeta Mana Bernardes, do Rio de Janeiro, foi a palestrante da terceira noite do Fórum de Sustentabilidade do Corede Alto Jacuí onde o tema abordado foi “Economia Criativa e Comércio Justo”.

A designer também apresentou as suas criações utilizando com matéria prima os recicláveis, principalmente o PET, entre suas criações estavam o jóias, escultura entre outros objetos.

 Na quinta-feira a tarde, o correu  o 1º Encontro Regional de Catadores, esta atividade foi pensada como uma forma de integração e troca de experiências, pois através de seus relatos, os catadores puderam identificar os pontos positivos e negativos em cada situação comentada e trazer para o seu próprio ambiente de trabalho resoluções de problemas em comum.
 
A experiência foi válida para que os trabalhadores reconheçam que em todos os grupos de recicladores ocorrem problemas, porém há alternativas que podem se tornar uma solução para estas dificuldades e que o principal é a união e o fortalecimento do grupo.

 
 

As iniciativas sociais de Sesampe e Petrobras foram a temática da 4ª noite do Fórum de Sustentabilidade,     Alonso Nunes Coelho, representante da Secretaria da Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sesampe), e Marcello Nunes Brandão, gestor de projetos sociais da Petrobras, fizeram as suas explanações.

Primeiramente Alonso em sua fala mapeou as diretrizes da Sesampe perante o cenário estadual e destacou iniciativas como a Cadeia Solidária Binacional do PET, responsável por transformar garrafas plásticas em fibra sintética para a produção de roupas e móveis.

     Na sequencia, Marcello apresentou ao público as políticas da Petrobras para fomentar projetos sociais, como o Desenvolvimento & Cidadania e reafirmou o compromisso da Petrobras com o desenvolvimento da sociedade e o exemplo mais próximo foi o Projeto Profissão Catador, que exerce um trabalho com catadores de materiais recicláveis do município de Cruz Alta.


Para o encerramento do 3º Fórum de Sustentabilidade do Corede Alto Jacuí, na sexta-feira, o docente do Centro Universitário Franciscano (Unifra), Márcio de Souza Bernardes, palestrou sobre consumidor  consciente. Márcio traçou uma discussão sobre o consumidor e sua relação com o meio ambiente e a questão sustentável.
      O Fórum de Sustentabilidade do Corede Alto Jacuí promovido pela Universidade de Cruz Alta, por meio do Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA), juntamente com o Conselho Regional de Desenvolvimento do Alto Jacuí (Corede Alto Jacuí) e o patrocínio  da Corsan,  encerrou suas atividades com um saldo positivo.  De acordo com a Comissão Organizadora cerca de seiscentas pessoas participaram do Fórum. 
     Segundo avaliação da professora EnedinaTexeira da Silva, da Comissão Organizadora, a inclusão de novas atividades como a 1ª Feira de Economia Solidária, a  1ª Mostra de Trabalhos Científicos e o Encontro Regional dos Catadores, trouxeram mais dinamismo para o evento.
 

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Feira de Economia Solidária do 3º Fórum de Sustentabilidade Corede Alto Jacuí

O Fórum de Sustentabilidade que este ano está na sua 3º edição trouxe novidades para movimentar o campus da UNICRUZ.
Uma delas, foi a 1º Feira de Economia Solidária, que contou com a participação de vários expositores de Cruz Alta e região. 
Os produtos comercializados foram diversificados: artigos de decoração, de cozinha, vestuário, acessórios, artesanatos em geral, pães, bolachas, cucas, mel, congelados e sabão. 
Confira alguns registros da feira: 











O colorido da 1ª Feira de Economia Solidária atraiu o público do Fórum para conferir de perto os produtos. 


Quem não perdeu a oportunidade de interagir e fazer novas amizades, foi o mascote da Coleta Seletiva Solidária da Universidade, o Super Seletivo.








 A exposição que iniciou na segunda-feira a noite, continuou na terça-feira a tarde e se estendeu até a noite. 
Alunos, professores e colaboradores prestigiaram a feira, que rendeu um bom retorno aos expositores, seja na comercialização ou na divulgação de seus trabalhos. 
Por ser a primeira atividade diretamente voltada a esse grupo, a experiência que deu certo, poderá se repetir nas próximas edições do Fórum.





Um agradecimento especial aos expositores, que se empenharam em trazer o melhor de seus produtos e que fizeram da 1ª Feira de Economia Solidária um sucesso!