terça-feira, 30 de abril de 2013

Apresentação do Projeto Profissão Catador aos alunos do PROJOVEM

No dia 24/04 as Assistentes Sociais e catadores do Projeto Profissão Catador realizaram uma apresentação do projeto a 4 coletivos (turmas) de alunos do PROJOVEM do turno da noite, no campus da UNICRUZ.
Os alunos mostraram-se batante participativos, realizando questionamentos sobre a localização das associações, a forma de trabalho, os tipos de materiais comercializados e como poderiam colaborar, os professores também demonstraram grande interesse.
A equipe do projeto considerou a atividade positiva, alcançando uma boa divulgação.




sexta-feira, 26 de abril de 2013

IFRS visita o Projeto Profissão Catador




Neste dia 24 de abril, representantes do IFRS - Instituto Federal de Educação, Pólo Ibirubá estiveram na Cencor para uma reunião com a coordenação do projeto a fim de implementar a coleta seletiva na instituição. O instituto trabalho com alunos do meio rural e tem por objetivo fazer um trabalho de preservação ambiental.

Ficou agendada uma apresentação do projeto na instituição de Ibirubá em maio, havendo grande possibilidade de concretizar-se uma parceria.






quinta-feira, 25 de abril de 2013

Coleta de lixo eletrônico acontece dia 27


     Preocupados com a dispensa e destino elétrico e eletrônico, pelo alto grau de poluição, o Lions Clube Cruz Alta, promove neste fim de semana, mais uma coleta de lixo eletrônico. O Ecolions, acontece neste sábado, dia 27.
     De acordo com o presidente do clube, Joceli José Jappe, a iniciativa tem o intuito de contribuir com a minimização e o controle dos problemas ambientais ocasionado pelo descarte impróprio dos materiais eletrônicos. "Abrangemostodos os equipamentos elétricos e eletrônicos. A implantação deste programa conta com o apoio logístico e financeiro, da empresa Mycata Sucata que ficará encarregada do recolhimento e destinação dos materiais coletados", comenta.
     O projeto visa evitar o lançamento no meio ambiente de materiais altamente poluentes e perigosos, e é realizado pela Comissão de Conservação e Preservação do Meio Ambiente do Lions Clube de Cruz Alta. Conforme Joceli Jappe, há uma grande dificuldade para encontrar um destino adequado para p descarte destes materiais que se tornam em desuso. Para alcançar o objetivo, o projeto conta  com o apoioda comunidade cruz-altense.
     O coordenador do projeto, Hércules Beatti, da empresa Mycata Sucata, ressalta que será recolhido todo tipo de sucata eletrônica. "Geladeiras, lavadouras de roupas, fornos elétricos e microondas, fogões a gás e a lenha, televisores, computadores, impressoras rádios, telefones convencionais e celulares, pilhas e baterias, entre outros", afirma. A empresa Mycata Sucata ficará encarregada para o destino adequado aos materias coletados na campanha.
 
PONTO DE COLETA
 
     Durante o sábado, dia 27, uma equipe estará recebendo os materiais, das 8 às 17 horas. O ponto de coleta, será no Módulo Policial, próximo ao monumento da Cuia, na avenida Saturnino de Brito.
 
 
Fonte: Jornal Diário Serrano, 25 de abril de 2013

Reunião do Fórum Regional de Economia Solidária

 
Na última terça-feira, dia 23 de abril, aconteceu em Ijuí, na ITECSOL da UNIJUI, a reunião do Fórum Regional de Economia Solidária.
 
Participaram dessa reunião catadoras e equipe do projeto profissão catador: Entre o viver e o sobreviver do lixo. Na oportunidade foi analisado o regimento Interno do Fórum Gaúcho, em preparação para o Encontro Estadual que ocorrerá dia 29 de abril em Porto Alegre.
 
Também ficou definido neste encontro que a partir de agora, Cruz Alta assumirá a coordenação do Fórum Regional de Economia Solidária, através da Universidade de Cruz Alta – Projeto Profissão Catador e com o apoio da Cáritas.
 
 
 

sábado, 20 de abril de 2013

Reunião com o poder público municipal

Quarta feira dia 17 de abril, a equipe do profissão catador, juntamente com as coordenadoras do projeto estiveram no salão nobre da Prefeitura Municipal para uma importante reunião com as secretarias ligadas aos projeto. O objetivo da reunião foi a apresentação oficial do projeto à nova administração municipal buscando a continuidade da parceria entre projeto e prefeitura. Após aproximadamente duas horas de reunião, a prefeitura através de Fernando Justen, secretário de administração afirmou o objetivo da prefeitura em manter a parceria fortalecendo assim as ações do projeto que é de grande importância para Cruz Alta e região.








Alunos da Escola Venâncio Aires visitam associação

Na última terça feira, dia 16 de abril, em torno de 35 alunos da Escola Venâncio Aires do Curso Politécnico visitaram a Associação do Catadores de Cruz Alta, acompanhados de 4 professores. Atentos, os alunos ouviram a apresentação da assistente social Lidia Picasso e participaram efetivamente durante as explicações dos próprios catadores. Foi montada uma estrutura para a espera dos alunos, com demonstração de materiais recicláveis e explanação sobre o trabalho do catador no município.






sexta-feira, 12 de abril de 2013

Egípcia de 16 anos transforma plástico em biocombustível


 
Durante uma feira de ciências em Alexandria, uma adolescente apresentou uma nova tecnologia, capaz de transformar os polímeros do plástico em biocombustível. A inovação, que resultou de muitas pesquisas, pode resolver o problema do descarte inadequado de plásticos e ainda reduzir o uso de combustíveis fósseis.

Tudo começou na sala de aula, quando, indignada com a quantidade de plástico consumida em seu país, Azza Abdel Hamid Faiad realizou uma pesquisa para viabilizar a transformação do material sintético em biocombustível. Ao longo das experiências, a egípcia usou um catalisador para processar o plástico e transformá-lo em um combustível reciclado.

A substância utilizada pela estudante é a bentonita de cálcio, que tem o poder de quebrar os polímeros do plástico ao ser aquecida em altas temperaturas. Ao longo do processo, são liberados gases que transformam o material em etanol, matéria prima do biocombustível. Como resultado, a experiência realizada por Azza culminou em um combustível verde mais potente que os convencionais, podendo ser classificado pelos especialistas como superbiocombustível.

Até o momento, ainda não há uma data estimada para que o composto comece a ser fabricado em larga escala. No entanto, pesquisadores britânicos vêm aprimorando a tecnologia criada em Alexandria, que já rendeu vários prêmios internacionais para Azza.

O sucesso do biocombustível criado pela estudante surpreendeu muita gente ao redor do mundo, uma vez que o Egito passa por momentos sociopolíticos delicados, e ainda segue se reerguendo da ditadura do ex-presidente Hosni Mubarak. De acordo com a Siemens, a alternativa desenvolvida por Azza pode trazer lucros imensos para a indústria de biocombustíveis no futuro.


Fonte: http://ciclovivo.com.br/noticia/egipcia-de-16-anos-transforma-plastico-em-biocombustivel

Legos sustentáveis

Legos de madeira, compatíveis com os ‘primos’ em plástico! Uma invenção dos designer japoneses Mokurukku.
 
 


 
 

Isolante térmico feito com matéria-prima reciclada reduz em até 30% gasto de energia elétrica


 
Assegurar conforto térmico, acústico e maior proteção contra vazamentos dos telhados é a proposta da manta isolante Alumisol Plus. O produto é uma boa alternativa para reduzir a conta de energia elétrica.

Compatível com diversos tipos de telhados e indicado para projetos residenciais e comerciais, o produto ameniza o ruído das chuvas que incidem diretamente sobre o telhado e isola termicamente, o que melhora o conforto dos habitantes e reduz o custo com refrigeração e aquecimento.

Produzida com lã de vidro obtida a partir de matérias-primas recicladas, película metalizada na face superior e laminado branco na face inferior, o produto é flexível e de fácil instalação.

A aplicação do produto eleva em 20% a eficiência térmica do ambiente em relação a uma cobertura sem aplicação do produto, o que pode resultar até 30% de economia na conta de energia elétrica, quando se utiliza sistema de climatização com um custo inferior a 5% sobre o custo total da cobertura.

O produto ainda é resistente à proliferação de bactérias e fungos, e inóspito a animais de pequeno porte como roedores e aves, evitando assim a formação de ninhos e possíveis incômodos com desratização e extermínio de pragas.

Vendido no varejo como home centers, lojas de material de construção e casas especializadas em coberturas e sobcoberturas, o produto foi desenvolvido pela empresa Isover.



Fonte: http://ciclovivo.com.br/noticia/isolante-termico-feito-com-materiaprima-reciclada-reduz-ate-30--gasto-de-energia-eletrica
 

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Uergs recebe Projeto Profissão Catador

A UERGS recebeu na última quinta feira , dia 04 de abril, a visita da equipe do Projeto Profissão Catador, representados pela Assistente Social Lídia Picasso e a monitora Elenise Dias que apresentaram as ações do projeto e já aproveitaram a oportunidade para fazer esclarecimentos a respeito da separação de materiais recicláveis. A apresentação ocorreu durante a aula dos cursos de Tecnologia em Agroindústria e Tecnologia em Alimentos, da professora Bruna Klein.




Catadoras de Cruz Alta participam de Seminário em São Gabriel

Na última quarta-feira, dia 03 de abril, representantes da associação de catadores de Cruz Alta estiveram presentes no Seminário Regional de Coleta Seletiva com a Inclusão Social dos Catadores, realizado em São Gabriel.

Juntamente com a coordenação do Projeto Profissão Catador, patrocinado pela Petrobras, as catadoras Maria Etelvina e Odete participaram das atividades. Na oportunidade estava presente no evento Marcello Brandão, gestor dos projetos da Petrobras.
O principal objetivo do seminário é buscar reconhecimento do trabalho do Catador - agente ambiental qualificado, que é alternativa economicamente viável aos municípios que precisam se adequar à PNRS - Política Nacional de Resíduos Sólidos - o que favorece Catador, população e meio ambiente. O evento é organizado pela a Associação Planeta Vivo – coordenadora do Projeto Minuano, tem como principal objetivo atuar na organização dos Catadores de Materiais Recicláveis no estado do Rio Grande do Sul (RS).


Coordenadoras do Projeto Profissão Catador, Professoras Enedina e Isadora com as catadoras.



Marcello Brandão em encontro com o Projeto Profissão Catador