terça-feira, 18 de setembro de 2012

Participação do Projeto Profissão Catador no 2ª Encontro Latino Americano das Mulheres da Economia Social e Solidária

Nos dias 13 e 14 de setembro, o Projeto Profissão Catador marcou presença no 2º Encontro Latino Americano das Mulheres da Economia Social e Solidária, que ocorreu em Porto Alegre.
 
 
A programação do evento contou com atividades culturais, relatos de representantes de diversos países como Argentina, Uruguai, Paraguai e Brasil, que compartilharam suas experiências e realidades.
 
 
Foram discutidas as condições de vida e trabalho das mulheres nesse segmento econômico, sua participação na forma de gestão e organização na associação e cooperativas e quais propostas de políticas públicas para as mulheres da Economia Solidária.
 

Ao final, realizou-se uma grande caminhada das Mulheres da Economia Solidária.
 
 

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Dicas Ambientais – 40 Contribuições Pessoais para a Sustentabilidade



Ajudar o meio ambiente está ao alcance de cada um.

Veja o que você pode fazer para nos aproximarmos de um futuro com um ambiente mais saudável e uma sociedade mais justa.

Acompanhe as 40 formas de contribuir:

1. Vote conscientemente, afinal seu voto é um poderoso instrumento de mudança. Lembre-se que elegendo pessoas preocupadas com a causa ambiental você consegue, por conseqüência, uma melhor qualidade de vida.

2. Sempre que presenciar algum crime ambiental, denuncie! Quando você se cala, contribui para que problemas deste tipo continuem acontecendo. Faça sua parte!

3. Informe-se sobre a legislação ambiental e ajude a defender nossos direitos. Saiba mais através dos sites www.ibama.gov.br e www.mma.gov.br.

4. É fundamental manter-se informado sobre as questões ambientais. Só assim é possível perceber, avaliar e tomar decisões para melhorar sua qualidade de vida. Lembre-se: informação é poder.

5. Forme e/ou participe de associações comunitárias voltadas ao meio ambiente. Desta forma você exerce seus deveres e direitos de cidadania e contribui para uma melhor qualidade de vida.

6. Estimule a abordagem ambiental lembrando no seu dia-a-dia dos 5R: Reduzir, Reutilizar, Reciclar e Preciclar, Reeducar e Replanejar.

7. Reduza o seu consumo ao mínimo necessário, assim você gasta menos água, energia e matéria prima e, por conseqüência, gera menos esgoto, calor, poluição, desmatamentos e outros problemas ambientais.

8. Desenvolva o hábito de reutilizar materiais, desta forma você ajuda a reduzir a produção de lixo.

9. Sempre que encontrar locais onde a coleta seletiva estiver implantada, colabore: separe o lixo nos respectivos coletores e faça sua parte ajudando na reciclagem.

10. Você sabe o que é a preciclagem? É o ato de escolher produtos que não agridem o ambiente na hora da compra. Assim você incentiva empresas que preocupam-se com o desenvolvimento sustentável.

11. Reeducar nosso comportamento é essencial para garantir o futuro da humanidade. Precisamos ter consciência de que os recursos do nosso planeta são finitos.

12. É necessário replanejar nossos gastos e nosso estilo de vida. Muitas vezes adquirimos produtos que nem mesmo precisamos e ainda consumimos alimentos com excesso de aditivos químicos.

13. As árvores têm grande importância para o planeta: são abrigos de inúmeras espécies, protegem os solos, reduzem a poluição atmosférica e sonora. Ajude a protegê-las. As árvores da sua rua e da sua cidade são um patrimônio público. Lembre-se: para cortá-las, necessita-se de uma autorização especial. Denuncie se presenciar algum corte ilegal.

14. Não compre animais silvestres, peles ou quaisquer produtos extraídos de animais. Desestimule esta prática criminosa.

15. Economize energia elétrica: reduza o tempo do banho e de passar roupa, utilize lâmpadas fluorescentes compactas e desligue aparelhos da tomada quando não estiver utilizando-os.

16. Água potável é um recurso em escassez em muitas partes do mundo. Você sabia que já existe até contrabando de água? Portanto, ajude a economizar este recurso natural tão importante.

17. Reutilize a água sempre que possível. A água de chuva, por exemplo, pode ser utilizada para limpeza em geral e para regar plantas.

18. Exija que a escola trate a questão ambiental. O Brasil é um dos poucos países do mundo que a educação ambiental deve fazer parte do currículo escolar.

19. Incentive os jovens a seguir as novas carreiras criadas no setor ambiental. Esta é a área profissional que mais cresce no mundo e a que mais gera novas profissões.

20. Baterias e pilhas contêm substâncias tóxicas ao meio ambiente e não devem ser descartadas no lixo. Organize a coleta seletiva deste material e encaminhe para a reciclagem.

21. Diga não à caça esportiva. Sob nenhuma alegação devemos aceitar este tipo de prática.

22. Promova mudanças de hábitos no trabalho. Incentive a coleta seletiva, a conservação de energia e o uso racionalizado de materiais de escritório.

23. Promova mudanças de hábito em casa. Incentive a economia e o reuso da água, otimize a utilização da energia elétrica, reduza os gastos com combustível e compras em geral.

24. Dê preferência às toalhas e fraldas de pano. As fraldas descartáveis representam um grande problema ambiental porque demoram muito a se decompor.

25. Quando você usa o fogão, a queima do gás de cozinha produz gás carbônico e gás metano, substâncias que contribuem para o efeito-estufa. Portanto utilize o fogão racionalmente.

26. Evite comprar produtos em embalagens de isopor. Você sabia que este tipo de material demora cerca de 400 anos para se decompor? Dê preferência a embalagens de papelão que são recicláveis.

27. Dê atenção às advertências de risco em produtos químicos. Muitos deles representam sérios perigos à saúde e podem causar danos ao ambiente.

28. Apóie a luta contra o tabagismo. Além de ser a maior fonte de poluição dos ambientes internos de trabalho, o fumo causa diversos danos à saúde.

29. Participe de audiências públicas ambientais da sua cidade. Nessa ocasião podemos interferir e questionar o impacto ambiental de obras que serão realizadas.

30. Saia da mesmice, da frente da televisão e programe um fim de semana diferente. Leve seus familiares para um passeio no campo.

31. Apóie as ciclovias. Além de promover a saúde das pessoas, andar de bicicleta reduz a poluição sonora e atmosférica dos centros urbanos.

32. Se você tem carro, use-o racionalmente: incentive a carona solidária, vá caminhando até lugares mais próximos e não permita a incineração de pneus, procure reciclá-los.

33. Conheça mais sobre a área ambiental do seu País. Informe-se sobre os programas de gestão ambiental em andamento entrando nos sites: www.mma.gov.br e www.ibama.gov.br.

34. Mantenha sempre à mão os telefones e os demais contatos dos órgãos ambientais da sua cidade. Divulgue, acione e apóie essas instituições.

35. Promova a sua saúde preservando a qualidade ambiental. Sem um meio ambiente saudável não há saúde. Sem saúde não há qualidade de vida.


36. Prefira vegetais cultivados sem o uso de pesticidas, utilizando apenas adubos naturais. Consumindo produtos orgânicos você cuida do meio ambiente e da sua saúde.

37. Veja a publicidade com olhos críticos. O consumo estimulado por ela não é sustentável, agride o planeta e atrapalha seu poder de decisão criando necessidades desnecessárias.

38. A Terra faz parte do cosmos e nós somos um pedaço da Terra. Somos parte do universo, do todo. Então temos que pensar e agir não apenas localmente, mas como cidadãos do mundo e agir globalmente.

39. Adote a não-violência. Promova a cultura da paz. Em toda a história da humanidade, nenhuma solução feliz se conseguiu por meio de processos violentos.

40. Invista na sua evolução espiritual. O maior desafio para a sustentabilidade humana na Terra é a prática da ética e dos valores humanos.



Fonte: Dicas adaptadas do livro “Contribuições pessoais para a sustentabilidade” de Genebaldo Freire Dias – PhD – Editora Gaia