segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Recolhimento Central no Calçadão de Cruz Alta arrecada 300 Kg de Vidro

Sábado, dia 26 de novembro, foi realizada uma ação de recolhimento central de vidros no calçadão de Cruz Alta. A atividade faz parte da campanha de recolhimento de vidros promovida pela prefeitura e o projeto Profissão Catador da Universidade de Cruz Alta que segue até dia 30 de novembro. Na manhã de sábado a equipe do projeto interagiu com a comunidade distribuindo material explicativo e recebendo os vidros que eram doados. Destaque especial a Cidusa que disponibilizou funcionários para efetuarem recolhimento nos estabelecimentos do centro da cidade. Os colaboradores da empresa mostraram-se motivados pela causa e mobilizaram-se para o sucesso da ação, que além de limpar a cidade proporciona geração de renda aos catadores do município.




Contabilizando doações e o recolhimento feito pelos funcionários da Cidusa, foram arrecadados cerca de 300 Kg de vidros. A população mostrou-se interessada no assunto e com vontade de participar. O Super Seletivo, mascote da Coleta Seletiva da Unicruz esteve presente e fez sucesso com todos que passavam no local.




Projeto Profissão Catador é Tema de Palestra na Escola Annes Dias


Sexta Feira, dia 25 de Novembro, o Projeto Profissão Catador foi tema de palestra na Escola Estadual Annes Dias. Através da temática "Separação do Lixo em Ambiente de Trabalho" o publicitário Vinicius Campos interagiu de forma prática com o auditório dos alunos do Curso de Secretariado da instituição. Foi apresentado aos alunos o funcionamento do projeto e suas finalidades, todos se mostraram muito interessados em conhecer mais sobre os objetivos do Profissão Catador. O Coleta Seletiva Solidária da Unicruz também teve seu espaço sendo discutido de forma a ser aplicado também na instituição e servindo de exemplo para as futuras secretárias em suas empresas.
Ao final todos se mostrarm satisfeitos e empolgados com as dicas levadas por Vinicius e elogiaram muito a iniciativa do Projeto que leva consciência ambiental a comunidade e geração de renda a familia de catadores.


Vinicius Campos com os organizadores do seminário.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Projeto Profissão Catador recebeu a visita de representantes da Cooperativa Coopeagri


No dia 23 de novembro, a Sede do Projeto Profissão Catador recebeu a visita de representantes da Cooperativa Coopeagri – Cooperativa de Pequenos Agropecuaristas de Ibirubá LTDA, com sede em Ibirubá. O grupo foi recepcionado pela coordenadora do projeto professora Isadora, os assistentes sociais Anderson e Luciane e a analista financeira Ana Lúcia. 
O objetivo do encontro foi a troca de informações para conhecimento das atividades desenvolvidas pelas entidades citadas e possível parceria entre os projetos desenvolvidos.
A Coopeagri proporciona aos pequenos agricultores organizados na Cooperativa, a oportunidade de comercialização de excedente da produção de alimentos, que serão destinados às famílias de baixa renda e/ou desempregados, que estão recebendo assistência. 
Desta forma a parceria aconteceria através da doação do excedente de produção da Cooperativa para as famílias de baixa renda vinculadas a entidades que prestam trabalhos sócioassistenciais no município de Cruz Alta.
Concluiu-se o encontro colocando a cooperativa em Contato com o presidente do Banco de Alimentos de Cruz Alta para um dialogo onde a proposta de parceria será consolidada, para que o trabalho desta cooperativa possa beneficiar um numero maior de famílias do município.

Sábado terá mobilização no calçadão de Cruz Alta

Sábado dia 26 de novembro, será o dia do recolhimento central da campanha de descarte de vidros no município. A equipe do Profissão Catador estará presente no calçadão juntamente com apoiadores da Prefeitura e instituições que fazem parte da campanha. A prefeitura municipal disponibilizará um caminhão que ficará no local a manhã toda recebendo o material da comunidade.
Segundo o publicitário do projeto, Vinicius Campos " o objetivo é intensificar e mobilizar a comunidade nos últimos dias de campanha, pois precisamos atingir a meta prevista de 100 toneladas e assim efetuar a venda transformando o valor arrecadado em capital de giro para os catadores e também contribuindo muita para a limpeza do meio ambiente", destaca.
O projeto de Coleta Seletiva Solidária da Universidade de Cruz Alta também estará apoiando a ação, e já confirmou a presença de seu mascote, o Super Seletivo que fará a distribuição de flyers e interagirá de forma divertida com a comunidade.

Super Seletivo - O Organizador das Coletas

Projeto Profissão Catador Participa do "Grandes Encontros da Economia Solidária" em Porto Alegre

Debater e apresentar para a sociedade a diversidade das experiências de desenvolvimento promovidas pela Economia Solidária foi o objetivo do "Grandes Encontros da Economia Solidária", promovido pela Secretaria da Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa- Sesampe em parceria com a Assembleia Legislativa do Estado, que aconteceu de 08 a 10 de novembro, em Porto Alegre. O evento foi dividido em três seminários: Encontro Estadual de Empreendimentos Econômicos Solidários, Economia Solidária: Mulheres Transformando a América Latina e Economia Solidária: Estratégia de Desenvolvimento. 


A Universidade de Cruz Alta e o Projeto Profissão Catador se fizeram representar neste evento através da participação do catador Cristiano da Rosa da Associação do Bairro dos Funcionários, que interagiu com os demais participantes trocando ideias e experiências. 



O Encontro Empreendimentos Econômicos, avaliou os rumos das ações e aprofundou estratégias de organização ao fortalecimento dos empreendimentos solidários, ocorrendo na terça-feira (08/11), na Igreja da Pompeia, localizada na rua Barros Cassal, 220. No evento, com início às 8h30min e se estendeu por todo o dia, os setores produtivos discutiram as propostas de construção coletiva nos seguimentos envolvidos: agricultura familiar, artesanato, alimentação, confecções, construção civil, habitação, reciclagem e serviços. 

O segundo encontro analisou, discutiu, aprofundou e avaliou as ações desenvolvidas pelas mulheres da economia solidária, que são empreendedoras, promovem o desenvolvimento local e constroem essa economia que transforma a América Latina. A abertura deste seminário foi às 13h30min, na quarta-feira (09/11), no auditório Dante Barone da Assembleia Legislativa do Estado. 

O terceiro seminário teve como finalidade provocar a sociedade para que incorpore essa nova estratégia, que irá promover mudanças de paradigmas e de posturas perante a produção e consumo. O evento, que aconteceu na quinta-feira (10/11), abriu às 8h30min, no auditório Dante Barone da Assembleia Legislativa do Estado, com a participação do presidente da Assembleia Legislativa, Adão Villaverde; do secretário da Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa, Maurício Dziedricki; da secretária de Política para as Mulheres, Márcia Santana e do representante da Secretaria Nacional de Economia Solidária, Antônio Haroldo Mendonça. 

A economia solidária é uma forma de produção, consumo e distribuição de riqueza (economia) centrada na valorização do ser humano. Tem base associativista e cooperativista, e é voltada para a produção, consumo e comercialização de bens e serviços de modo autogerido, tendo como finalidade a reprodução ampliada da vida. Preconiza o entendimento do trabalho dentro de um processo de democratização econômica, criando uma alternativa à dimensão das relações do trabalho.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

A Transformação do lixo em riqueza



O Brasil está se voltando para a resolução de um problema antigo, a falta de coleta de lixo.
Santo André no ABC Paulista, é um exemplo da Gestão nesse setor. As 1000 toneladas diárias de lixo que a cidade produz são coletadas por 31 caminhões – onze deles só para recicláveis. Os veículos são monitorados por GPS para que nenhuma casa fique fora da varredura. Isso garante 100% de coleta – sempre seletiva, sempre porta a porta, um fato raro no país. Para Atingir esse patamar, Santo André teve que reciclar em primeiro lugar, seu modelo de tratamento de resíduos. Em 2000, ligações telefônicas automáticas informavam aos moradores o dia e a hora em que cada tipo de lixo seria recolhido. A população aderiu e passou a separar materiais. Hoje, duas cooperativas selecionam 15% dos resíduos secos e vendem para reciclagem. Até o ano que vem, a meta é chegar a 30%. O aterro para onde segue o lixo orgânico também é eficiente: tudo o que chega é enterrado. Dois piscinões contêm o chorume, o líquido escuro produzido pela decomposição desse tipo de sujeira, e grandes escapamentos foram instalados para evitar que o gás metano – também resultado da decomposição – se acumule embaixo da terra. Com isso o impacto ambiental é controlado. O plano é produzir Etanol a partir da esterilização do lixo.
Como exemplo de situação oposta, é citada a cidade de Santarém no Pará, que possui o pior índice de coleta e tratamento de resíduos sólidos mais precários do país.
Para atingir o exemplo de Santo André, a população precisa exigir dos governantes, além da manutenção dos investimentos, o início de um programa de reciclagem. Só assim o lixo recolhido vai se transformar em riqueza.

LIXO
(população atendida pela coleta)
As melhores
As piores
Santo André (SP)...........100%
Santarém (PA).................75%
Taboão da Serra (SP)....99,9%
Marabá (PA).................78,5%
Barueri (SP)...................99,9%
Caucaia (CE)..................82,5%
Americana (SP) )...........99,9%
Petrolina (PE)...............88,7%
Joinville (SC) )...............99,8%
Belford Roxo (RJ)..........88,7%

Resumo de matéria da Revista Veja - edição de 2 de novembro de 2011

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Release da Campanha do Vidro

Entre 07 e 30 de novembro a comunidade cruz-altense terá uma nova forma de contribuir com o ambiente. A Prefeitura em parceria com a Unicruz, Associações de Catadores de Materiais Recicláveis do Bairro dos Funcionários e do Bairro Acelino Flores e a Cidusa, coloca à disposição dos cruz-altenses, 09 postos de coleta para descarte de vidro pós-consumo que serão destinados a reciclagem.

Considera-se como fundamental o desenvolvimento de ações e estratégias que fortaleçam as possibilidades de soluções sustentáveis no município. É necessário promover a mudança de comportamento para uma melhor qualidade de vida da comunidade, além de motivar e mobilizar a sociedade para novas práticas sociais, entre elas o hábito da separação dos resíduos, e o exercício da responsabilidade social, com o objetivo de promover uma consciência de solidariedade com as pessoas que vivem da catação, separação e comercialização dos nossos resíduos sólidos doméstico

Com a campanha de coleta de vidro pós-consumo, queremos sensibilizar as pessoas sobre a necessidade de ajudar a preservar o ambiente, dando uma destinação correta a esse material, reduzindo a quantidade de vidro lançados na natureza, além de ajudar as Associações de Catadores do Município de Cruz Alta, com a renda proveniente da comercialização do vidro pós-consumo.

Esperamos com este projeto obter o mesmo sucesso que tivemos com o Ecoponto de pneus, que desde o ano de sua implementação em 2009, foi recolhido 330 toneladas de pneus inservíveis, evitando que os mesmos sejam descartados em locais inadequados. E o Óleoponto que recebe óleo de cozinha usado e destina ao projeto social com mulheres da Cozinha Solidária para a confecção de sabão e sabonete, contribuindo para a geração de renda das participantes do projeto.

Pontos de coleta do vidro:

Prefeitura Municipal de Cruz Alta: 3321-1378

Cidusa: Rodovia Luciano Furian, Bairro Abegai: 3322-7087

Secretaria de Turismo e Eventos (Estação Ferroviária): 3321-1406

Secretaria de Obras no Parque de Máquinas: 3322-5152

Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente: 3322-8833

Associação de Catadores: Bairro Acelino Flores: 9997-7036 e Bairro dos Funcionários: 9121-4813

Parque de Exposição: 8405-9095

Informações através do telefone 3321-1378

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

CAMPANHA DE COLETA DE VIDRO


Está acontecendo em Cruz Alta a campanha de recolhimento de vidros organizada pela Prefeitura Municipal, Unicruz e o Projeto Profissão Catador. Pensando nas consequências da produção de resíduos , construção de aterros, os altos custos com o recolhimento e transporte, agressão ao meio ambiente e geração de renda para os catadores associados de Cruz Alta é que está sendo lançada esta campanha que está inserida no "Programa Educação Ambiental para a Sustentabilidade", que visa a sensibilização da comunidade em preservar o meio ambiente.
O principal objetivo da campanha é a arrecadação de vidro para a geração de renda aos catadores da Associações de Cruz Alta visando também a minimização dos impactos ambientais.

A campanha será realizada de 7 a 30 de novembro e os vidros poderão ser entregues nos seguintes pontos estratégicos:

Secretaria de Turismo e Eventos;
3321 1406
Cidusa;
3322 7087
Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente;
3322 8833
Secretaria de Obras no Parque de Máquinas;
3322 5152
Associação de Catadores de Cruz Alta Bairro dos Funcionários e Acelino Flores;
3322 8400 / 9997 7036 / 9121 4813
Prefeitura Municipal de Cruz Alta.  
3321 1378

Serão aceitos os seguintes tipos de vidro: garrafas, garrafões, potes de produtos e alimentos, embalagens de geléia, francos de molhos e condimentos, frascos de perfumes e cacos dos vidros citados.

Não são vidros recicláveis e não serão recolhidos: Espelhos, cristais, ampolas de medicamentos, cerâmicas, louças, lâmpadas, vidros temperados e parabrisa de carros.

A expectativa é arrecadar cerca de 100 toneladas de vidro até o final da campanha.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Projeto Profissão Catador Parcipa da Feira das Profissões da Unicruz

A última edição da Feira das Profissões da Unicruz, realizada entre os dias 26 e 27 de outubro contou com a presença do projeto Profissão Catador. Em um stande a equipe do projeto pode ter um contato maior com o ambiênte acadêmico e com os alunos das diveras escolas visitantes da feira. Foram expostos os uniformes, EPIs e materiais no stande, que durante os dois dias teve ótima visitação. Além do Profisão Catador, outro projeto dividiu o espaço na feira, o Coleta Seletiva Solidária da Universidade que é parceiro nas atividades. Catadores das duas Associações de Cruz Alta também estiveram presentes na feira fazendo a catação dos materiais que eram descartados durante o evento, o que aproximou ainda mais os visitantes com a realidade que o projeto vive. Foi montado um posto de Coleta de Materiais Recicláveis nas proximidades da biblioteca do Campus que serviu que base para as atividades dos catadores durante a feira.
Durante as manhãs e noites da feira das profissões, foram distribuídos flyers com informações do projeto e adesivos, e o stande também recebeu visitas de empresas interessadas em serem parceiras do Profissão Catador.

 Posto de Coleta de Materiais Recicláveis - Catadores com o Super Seletivo, mascote do CSS.

Stande do Projeto na Feira das Profissões