terça-feira, 27 de setembro de 2011

Dia da Responsabilidade Social

Dia 24 de setembro foi marcado por atividades da Universidade de Cruz Alta para lembrar o Dia da Responsabilidade Social. As ações ocorreram em frente a Câmara Municipal de Vereadores. Cerca de 60 pessoas participaram das atividades durante todo o dia oferecendo serviços à comunidade local.

O Projeto Profissão Catador foi apresentado a comunidade através da distribuição de flyers e adesivos. Explicações sobre a importância do projeto no âmbito social foram dadas pelos integrantes da equipe que marcaram presença no local.








domingo, 18 de setembro de 2011

Catadores Participam do Programa Resto Zero


Dia 10 de Setembro foi desenvolvida a segunda etapa de capacitações do Programa Resto Zero, um Programa de Extensão da Universidade de Cruz Alta: “ Banco de Alimentos e a Contribuição da Unicruz”. Um programa criado por professores e acadêmicos do Curso de Nutrição da Universidade com o objetivo de contribuir no combate de desperdício de alimentos e na promoção da cidadania.



A participação dos Catadores das Associações de Cruz Alta tem sido de extrema importância para o desenvolvimento do projeto e também no aprendizado de técnicas para o reaproveitamento de alimentos na cozinha doméstica onde nada se perde tudo se transforma e que tem como finalidade socializar informações aos manipuladores de alimentos das entidades sociais vinculadas ao banco de alimentos de cruz alta de como utilizar integralmente alimentos bem como o garantir e a total segurança para seu consumo além das práticas realizadas no Laboratório Dietético. A capacitação resto zero também elaborou um livro o qual todos os participantes das entidades receberam o qual possuem além de receitas  com o aproveitamento integral dos alimentos tem dicas de higiene dos alimentos higiene pessoal. 

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Novo Telefone

A CENCOR está com o número de telefone novo. Se você quiser entrar em contato conosco terá que discar 55 3322 8400. Aguardamos sua ligação.
Obrigado!

terça-feira, 6 de setembro de 2011

A Importância das Cooperativas de Catadores


As cooperativas de catadores no Brasil vem se expandindo rapidamente podendo se tornar um negócio de futuro, e hoje são encontradas nas grandes e pequenas cidades do interior, e sua importância enquanto movimento social é cada vez mais reconhecida. As cooperativas via de regra são pautadas com base na economia social solidária, em que os meios de produção e também a renda gerada pelo processo são distribuídas entre os catadores. O principal objetivo das cooperativas fundadas neste molde são de gerar trabalho, renda e melhores condições de vida a uma parcela da população excluída, seguido pelas questões ambientais e de preservação do meio ambiente.
A matéria prima dos catadores


A demanda crescente por produtos industrializados e descartáveis faz com que cresça imensuravelmente o número de embalagens de todos os tipos, formas e materiais, como resultado do consumismo característico da população contemporânea. O aumento da produção e do consumo responsável traz reflexos diretos no meio ambiente, aumentando a degradação dos recursos naturais renováveis e não renováveis do planeta, como o solo, a água e o ar. As embalagens e os resíduos deste consumo desenfreado provocam o crescimento do volume de lixo depositado nos aterros e lixões das cidades, que se transformam também em matéria prima para os catadores, que passam a fazer parte desta cadeia produtiva.
A importância social das cooperativas de catadores


Parte do lixo depositado nos lixões e aterros se transforma rapidamente em renda para famílias inteiras, levando inclusive crianças para o trabalho nesse ambiente hostil. Sem organização, muitas dessas famílias e dessas crianças passam a ser exploradas por empresas privadas e empreendedore individuais que atuam com a revenda de material reciclável. Nesse contexto se destaca a importância social das cooperativas, como uma forma de organizar os catadores de forma que elas possam ganhar pela sua própria produção, sem ter seu trabalho duro explorado, além de ser uma forma de tirar as crianças desse mercado de trabalho tão duro quanto perigoso. Através da organização de cooperativas de catadores o setor público também passa a atuar nesse meio, possibilitando a inserção de projetos sociais e ações de saúde, promovendo uma melhor qualidade de vida para essas pessoas.

A organização das cooperativas de catadores


A organização das cooperativas acontece com a associação de um grupo de pessoas, no caso os catadores, que tem objetivos comuns, tomam decisões em assembléias, e dividem igualmente obrigações e benefícios, e além dos objetivos econômicos a cooperativa visa o interesse e o bem comum dos seus cooperados. A união dos trabalhadores em grupos organizados é o princípio básico que resulta na melhoria das suas condições econômicas e sociais, pois além de aumentar a renda melhora a qualidade de vida e todos os aspectos relacionados ao desenvolvimento humano, pois cria postos de trabalho, gera renda, diminui o trabalho infantil, e dessa forma garante a inserção econômica e social desses grupos causando um equilibrio econômico. Além dessas questões econômicas e sociais o aspecto ambiental também é muito importante, pois as cooperativas contribuem decisivamente para a diminuição do impacto ambiental causado pelo consumo.

Fonte: www.economia.culturamix.com

sábado, 3 de setembro de 2011

Com “Cada Garrafa Tem Uma História,” Tião Santos é o novo garoto-propaganda da Coca-Cola.

 Sebastião Santos - Tião - Líder dos Catadores no Brasil

A Coca-Cola lançou, no Rio de Janeiro, a sua nova campanha publicitária, usando personagens da vida real e que inspiram transformação.

Entre vários nomes e projetos foram selecionados cinco na América Latina e dois no Brasil, o do Tião Santos – líder dos catadores de recicláveis do País -, com quem venho trabalhando há seis meses, ao lado de outros catadores e da minha parceira Jackie de Botton e o do André Marques, o Marquinhos, de Recife, que integra o COLETIVO.

Desde agosto, Tião está com seu rosto nas latas de coca-cola e garrafas PET e com um comercial dirigido por Breno Silveira, o Diretor de Filhos de Francisco, na televisão.

Participaram da gravação muitos catadores de Gramacho e líderes do MNCR que trabalham conosco como a Claudete, Gordim, Irmã e Zumbi!

Confira abaixo essa bela iniciativa.