quarta-feira, 31 de agosto de 2011

CATADORES DE SONHOS


O som mágico de cavalos cansados, passos rasgados, carroças puxadas...
A visão nítida de rostos queimados, braços esticados, carretas levadas, fez com que me aproximasse de vocês.
Catadores de papel, colecionadores de restos, bagagem de dejetos.
Quanto caos e também quanta luz!
O encanto não sumiu com o meu pranto...
O encontro não abafou meu grito de espanto.
Meu pranto não faz desaparecer o encanto que experimento ao encontrá-los.
Pelas ruas andam empurrando seus carros, seus medos, exorcizando a miséria.
Sinto que em cada rosto encontrado, há um apelo que parte de mim há uma necessidade maior de apontar, mostrar as impossibilidades de opções...
Eles não percebem...
Eles nada podem fazer...
E nós?
Muitos são, pouco tem e carregam fardos de nossas vidas.
O excesso de nosso cotidiano. A sobra de toda uma sociedade.
Muito vi, muito aprendi e sei que muito vou deixar.
Registro um mundo de impossibilidades, janelas fechadas e portas cerradas! A quem compete descerrar? Passiva não posso permanecer!
Meu grito é expresso em cores e rostos, meu apelo são ícones do cotidiano, minha mensagem é por mais vida...
Em tantas caras, muitos gestos surgem vocês, catadores excluídos!
Meu pincel conduz linhas, formas e sentimentos. Minha obra traduz a esperança que sinto de incluí-los no meu mundo onde é permitido sonhar...
No universo onde se permite conhecer e optar.
Aprendi em trôpegos passos que o melhor olhar é o do sentir...
Como não ver imagens tão fortes, vividos momentos, pacto travado, registro fixado...
Perambulam ávidos em toscos carros, ilusões...
Catam.
Papel.
Plástico.Papelão.
Frascos.
Fardos.
Fatos.
Traduzem em sua caminhada anseios, devaneios e sonhos.

Ilse Ana Piva Paim

_______________________________________________________________

Ilse Ana Piva Paim
Possui graduação em Artes Plásticas pela Universidade de Passo Fundo (1979) e graduação em Educação Artística pela Universidade de Passo Fundo (1977), mestre em Educação, artísta plástica, arte educadora e pesquisadora disciplinada e incansável, sobretudo em relação aos temas sociais, ou temas que contém elementos estrutrantes de nossa identidade social, provoca inquietação ao retratar desde catadores de lixo, tornados invisíveis aos nossos olhos pela via cruel da exclusão social, até os remanescentes de povos primitivos (indígenas), que tiveram um papel fundamental na formação de nossa identidade e história, população dotada de imensa riqueza cultural e, hoje, tristemente marginalizada e desprezada por parte significativa da sociedade, que tende a desprezar a força da mestiçagem como elemento constituidor vital do povo brasileiro.

Conheça mais sobre o Projeto da Artista "Catadores de Sonhos".

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

“LIXO” é matéria prima fora do lugar!




Reciclagem é o resultado de uma série de atividades através das quais materiais que se tornariam lixo, ou estão no lixo, são desviados, sendo coletados, separados e processados para serem usados como matéria-prima na manufatura de outros bens, feitos anteriormente apenas com matéria-prima virgem. 

Os benefícios da reciclagem são: 

. Diminuição da quantidade de lixo a ser desnecessariamente aterrado. 

. Preservação de recursos naturais. 

. Economia proporcional de energia. 

. Diminuição da poluição ambiental. 

. Geração de empregos, diretos e indiretos. 

A reciclagem, no entanto, não pode ser vista como a principal solução para o lixo. É uma atividade econômica que deve ser encarada como um elemento dentro de um conjunto de soluções ambientais. A separação de materiais aumenta a oferta de materiais recicláveis. 

Os caminhos que devem ser seguidos para a separação de materiais são simples, mas importantes dentro de um programa de reciclagem. A separação dos materiais deve ser feita na fonte (gerador) com posterior coleta e envio aos locais de triagem. Este caminho também pode ser feito enviando os materiais coletados diretamente para as fontes recicladoras legalmente licenciadas pelo órgão ambiental.



Figura 1 - Potencial seletivo do lixo doméstico Brasileiro

Referência: GRIPPI, Sidney – Lixo: Reciclagem e sua história: Guia para prefeituras brasileiras – 2ª ed. – Rio de Janeiro: Interciência, 2006

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Associações de Catadores participam de Jantar do Banco de Alimentos



Em solenidade realizada dia 17 de agosto, no Clube Internacional, o Banco de Alimentos de Cruz Alta prestou diversas homenagens a instituições, colaboradores e beneficiados pelo projeto. O Evento marca o primeiro ano das atividades do Banco no município que já beneficiou cerca de quatro mil pessoas através de mais de 100 toneladas de alimentos arrecadados. O evento contou com presenças importantes como o Prefeito Municipal de Cruz Alta, a Reitora da Universidade de Cruz Alta, Elizabeth Dorneles, entre os diversos empresários que também são apoiadores deste trabalho.
No jantar destacou-se também a presença de alguns representantes das Associações de Catadores de Materiais Recicláveis da cidade que também são beneficiados pelo Banco.

domingo, 21 de agosto de 2011

Sessão de Cinema para os Catadores


Está programada para até o final deste mês uma sessão de cinema que possibilitará que os catadores da associações de Cruz Alta assistam o documentário "Lixo Extraordinário". Filmado ao longo de dois anos (agosto de 2007 a maio de 2009), Lixo Extraordinário acompanha o trabalho do artista plástico Vik Muniz em um dos maiores aterros sanitários do mundo: o Jardim Gramacho, na periferia do Rio de Janeiro. Lá, ele fotografa um grupo de catadores de materiais recicláveis, com o objetivo inicial de retratá-los. No entanto, o trabalho com esses personagens revela a dignidade e o desespero que enfrentam quando sugeridos a reimaginar suas vidas fora daquele ambiente. A equipe tem acesso a todo o processo e, no final, revela o poder transformador da arte e da alquimia do espírito humano. O encontro será na Unicruz Centro mas dia para a exibição ainda não está definido.

Se você quiser conhecer mais sobre o documentário Lixo Extraordinário, que foi indicado para o Oscar acesse: 

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Banco de Alimentos Entrega Doação à Associações



O Banco de Alimentos de Cruz Alta, entregou na última semana cerca de 220 Kg de leite em pó entre outros itens alimentícios aos integrantes das associações de catadores de Cruz Alta. A entrega de alimentos é feita regularmente e beneficia as diversas famílias que compõem o projeto Profissão Catador. Dois representantes dos catadores acompanhados por um monitor do Projeto receberam os alimentos.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Catadores Recebem Capacitação de Bombeiros



No último dia 11 de agosto, os catadores das associações do Bairro dos Funcionários e do Bairro Acelino Flores, receberam a visita do Sd Alberto do Corpo de Bombeiros de Cruz Alta. Na ocasião os trabalhadores dos galpões receberam orientações sobre prevenção de incêndios e de primeiros socorros. Foi salientado no encontro a importância do uso do extintor além de cuidados com a energia elétrica, sendo até feita uma simulação de socorro por parte dos catadores dentro do galpão. Medidas de primeiros socorros foram repassadas pelo soldado como forma de prevenção caso ocorra algum acidente dentro do ambiente de trabalho. Ao final da capacitação todos os participantes ficaram satisfeitos com o aprendizado e mostraram-se aptos a receber do Corpo de Bombeiros um certificado de participação.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Campanha de Inclusão Digital


Está sendo preparada e será lançada nos próximos dias, uma campanha de inclusão digital direcionada aos catadores de Cruz Alta das Associações do Bairro Acelino Flores e Bairro dos Funcionários. A Campanha será em parceria com uma empresa de informática da cidade que prestará todo o suporte de manutenção e instalação de softwares. Esta ação visa a democratização do uso de meios tecnológicos por parte destes trabalhadores e será realizada em etapas sendo que a primeira é o fornecimento de micros aos catadores.
Em breve você ficará sabendo como poderá contribuir. Aguarde.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Sistema Fecomércio realiza campanha de sustentabilidade

Estima-se que, no Brasil, a produção anual de computadores gire em torno de 15 milhões de unidades e mais de 200 milhões de celulares. Esse volume torna-se resíduo eletrônico devido à obsolescência e ao rápido avanço da tecnologia. Os componentes desses equipamentos contêm metais pesados que são considerados altamente prejudiciais à saúde e ao meio ambiente.
Para minimizar esses impactos, o Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac está lançando a Campanha de Recolhimento de Equipamentos de Informática e Telefonia Pós-consumo, que busca dar o destino adequado a esses materiais.
Todo o Rio Grande do Sul estará envolvido na campanha, que vai de 04 de agosto a 30 de setembro de 2011.
Este descarte não terá custo nenhum para a comunidade, porém o resíduo descartado deverá ser somente o eletrônico de informática e de telefonia.
Esta Campanha terá a parceria de Sistema Fecomércio - SESC - SENAC - Sindicatos, Prefeitura Municipal e as empresas parceiras de transporte e reciclagem de resíduos. 
Serão disponibilizados em locais definidos pelas prefeituras e coletores identificados com o logotipo da Campanha para que sejam descartados os seguintes materiais:

CPU Completas; Monitores; Teclados; Mouse; Impressoras; Notebooks; Estabilizadores; No Break; Telefones Celulares e suas Baterias; Carregadores; Telefones sem Fio; Cabos; Terminais; Centrais Telefônicas; Placas de Rede; Placa Mãe; Placa de Vídeo; Placa de Som; Placa de Fax; Modem; Decodificador.

Esta Campanha foi desenvolvida com a preocupação de atendimento aos documentos legais e ambientais.

Para maiores informações acesse o site:



terça-feira, 9 de agosto de 2011

PRIORIDADES 2012 - PARTICIPE

Amanhã, dia 10 de agosto, quarta-feira ocorre a votação das prioridades do COREDE Alto Jacuí através da participação popular e cidadã, para o orçamento estadual de 2012.

Na cédula em anexo consta o grupo 07 que é uma indicação do projeto profissão catador cujo objetivo é implementar uma campanha de educação para a separação de resíduos e destinação dos mesmos para as associações de catadores.

Existem, praticamente em todas as cidades, grupos de trabalhadores que contribuem para uma maior limpeza urbana, são os chamados catadores que atuam informalmente no processo de catação e seleção e são responsáveis por grande parte da coleta do lixo gerado nas cidades. Trata-se de trabalhadores empobrecidos que encontram nesta atividade autônoma uma possibilidade de geração de renda.

Contamos com a sua colaboração para votação no item 07 - Meio Ambiente (bloco 01) Gestão Ambiental Integrada - Educação para a destinação de resíduos sólidos, contribuindo com a sustentabilidade social, econômica e ambiental.

Para a votação o eleitor deverá levar um documento de identificação (título eleitoral ou carteira de identidade), comprovando que está domiciliado em um dos municípios da região. Pela internet, o horário de votação é maior, das 8h às 24h, no endereço:


Em Cruz Alta Haverá urnas fixas nos seguintes locais: Prefeitura Municipal, Secretaria de Desenvolvimento Social; Secretaria de Saúde; Batalhão da Brigada Militar; Módulo Policial da Praça General Firmino; 9ª Coordenadoria Regional de Educação; Unicruz Centro, Unicruz Campus; Delegacias de Polícia Civil; Hospital São Vicente de Paulo; Instituto Annes Dias; Bombeiros; Fórum; Supermercado Nacional e Super Útil da lomba.


quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Política Nacional de Resíduos Sólidos completa um ano



A primeira versão do Plano Nacional de Resíduos Sólidos será colocada em discussão e receberá contribuições da sociedade nas audiências públicas regionais, que ocorrerão nos meses de setembro a novembro
29/07/2011
Uma revolução silenciosa está em curso no Brasil nos últimos meses, mobilizando pessoas nos estados e município e em vários segmentos dos setores produtivos. Essa mudança vem sendo provocada pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que completa um ano no dia 2 de agosto, e que estabeleceu um marco regulatório para a gestão dos resíduos sólidos. A nova política não só definiu um conjunto de normas a serem seguidas, como vem despertando na sociedade novas formas de consciência social e ambiental.
Conceitos como a responsabilidade e a solidariedade estão sendo resgatados no enfrentamento de um dos maiores e mais atuais desafios da sociedade, que é o manejo e a destinação ambientalmente adequada dos resíduos sólidos. Foram mais de 20 anos de debate no Congresso Nacional e, a aprovação da Política, representa um amplo consenso envolvendo todos os atores que fazem parte dos mais diversos ciclos da produção de resíduos sólidos no Brasil.
A PNRS trata de temas amplos e variados como área contaminada, ciclo de vida do produto, coleta seletiva, controle social, destinação final ambientalmente adequada, gerenciamento de resíduos, gestão integrada, reciclagem, rejeitos, responsabilidade compartilhada, reutilização e serviço público de limpeza urbana. E um dos principais focos da Política é gerar trabalho, emprego e renda, por meio da inclusão social de catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis nas ações que envolvam a responsabilidade compartilhada, assim como minimizar os impactos ambientais provocados pela disposição inadequada dos resíduos.
Isso porque esses resíduos têm grande valor econômico, segundo estudo encomendado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) ao Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). De acordo com o estudo, o País perde cerca de R$ 8 bilhões por ano quando deixa de reciclar o resíduo que poderia ter outro fim, mas que é encaminhado aos aterros e lixões das cidades. Dados da Pesquisa Nacional de Saneamento Básico (PNSB/2008) revelam que 994 municípios brasileiros dispõem do serviço de coleta seletiva. Ou seja, aproximadamente 18% dos municípios já iniciativas que envolvendo esse tipo de serviço.
Além disso, para fortalecer a gestão, o Governo Federal tem privilegiado a aplicação de recursos na área de resíduos sólidos por meio de consórcios públicos intermunicipais visando superar a fragilidade técnica, racionalizar recursos, garantir a sustentabilidade dos serviços e ampliar a escala no manejo dos resíduos sólidos. Desde 2007, o MMA, por meio da Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano, firmou parceria com 17 estados: AL, MG, BA, PE, SE, PI, SC, PR, MT, CE, RN, PB, RO, AC, PA, RJ e GO.
A primeira versão do Plano Nacional de Resíduos Sólidos será colocada em discussão e receberá contribuições da sociedade nas audiências públicas regionais, que ocorrerão nos meses de setembro a novembro deste ano. O documento também poderá receber contribuições da sociedade nesse mesmo período por meio da consulta pública que estará disponível na iternet. A versão final será apresentada na Audiência Pública Nacional, prevista para novemro, em Brasília.

Campanha - Para que a nova política de resíduos sólidos seja absorvida rapidamente pela população brasileira, o Governo Federal, por meio dos ministérios do Meio Ambiente e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, lançou a campanha "Separe o Lixo e Acerte na Lata" em junho deste, como uma das ações de comemoração pelo Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho).
O objetivo da campanha é preparar a sociedade para uma mudança de comportamento em relação à coleta seletiva de lixo, ressaltando os benefícios ambientais, sociais e econômicos do reaproveitamento dos resíduos sólidos para o País. Os três filmes da campanha estão sendo veiculados nos meios de comunicação e já tiveram 7.350 exibições no canal do MMA no YouTube (http://separeolixo.com/pecas/).
Para ampliar a divulgação da campanha, foi criado o site www.separeolixo.com  com o objetivo de reunir as informações que permitam acompanhar a implantação da Política e sensibilizar a sociedade para o grave problema da destinação dos resíduos gerados no Brasil. Desde quando foi lançado, dia 8/7, o site já teve tem 14.500 acessos e tem recebido diariamente sugestões e dúvidas sobre como seprar o lixo seco e o úmido.
A separação, em casa, dos dois tipos de resíduos permite ao catador, principal aliado no processo de reciclagem, um acesso mais rápido e higiênico aos resíduos descartados.  Mesmo que ainda não exista o serviço de coleta seletiva em todo o País, esse tipo inicial de separação faz parte do processo de educação ambiental e da mobilização da sociedade para solucionar o grave problema do lixo.
Histórico - Em quatro anos, no dia 3 de agosto de 2014, o Brasil estará livre dos lixões a céu aberto, presentes em quase todos os municípios brasileiros. Isso é o que define o artigo nº 54 da PNRS, regulamentada por Decreto Presidencial, em 23 de dezembro de 2010. Também fica proibido, a partir de 2014, colocar em aterros sanitários qualquer tipo de resíduo que seja passível de reciclagem ou reutilização.
Logística Reversa - De acordo com o texto do Decreto de regulamentação da Política, logística reversa é o instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado pelo conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada. 

ASCOM - Ministerio do Meio Ambiente

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Prevenção de Incêndio e Primeiros Socorros nas Associações

Está marcada para o próximo dia 11 de agosto, uma instrução abordando os temas de prevenção de incêndio e primeiros socorros nas associações. Pela parte da manhã os catadores do Bairro dos Funcionários receberão a visita da guarnição de Bombeiros de Cruz Alta e pela parte da tarde é a vez do Bairro Acelino Flores. O Comandante em exercício do Corpo de Bombeiros de Cruz Alta, destaca a importância desta atividade, segundo o 1° Sgt Marion, "orientar estes catadores é de extrema importância, visto que o local onde eles exercem seus trabalhos é vulnerável a acontecimentos indesejados, devido ao grande volume de material combustível", relata. Na ocasião os catadores receberão um certificado.                                        


Corpo de Bombeiros de Cruz Alta

Atividades nas Associações

Periodicamente são realizadas nas associações atividades que buscam a capacitação dos catadores em outras áreas. Recentemente foi realizada uma capacitação com a visita de um Técnico de Segurança nos dois bairros, visando a preocupação do uso correto de EPIs. Semanalmente são realizadas outras atividades, como a confecção de sabão, papel reciclado, artesanatos entre outros.
Fábio destacou a importância do EPI

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Pesquisa mostra crescimento na atividade de catação


De acordo com a Pesquisa Nacional de Saneamento Básico realizada pelo IBGE, coleta-se no Brasil diariamente 125,281 mil toneladas de resíduos domiciliares, e 52,8% dos municípios Brasileiros dispõem seus resíduos em lixões. Hoje estima-se que 1 em cada 1000 brasileiros é catador.
E 3 em cada 10 catadores gostariam de continuar na cadeia produtiva da reciclagem mesmo que tivessem uma alternativa. Estes têm orgulho de ser Catador.

Há Catadores de todo tipo.

  • Trecheiros: que vivem no trecho entre uma cidade e outra, catam lata pra comprar comida.
  • Catadores do lixão: catam diuturnamente, fazem seu horário, catam há muito tempo ou só quando estão sem serviço de obra, pintura etc.
  • Catadores individuais: catam por si, preferem trabalhar independentes, puxam carrinhos muitas vezes emprestados pelo comprador que é o sucateiro ou deposista.
  • Catadores organizados: em grupos autogestionários onde todos são dono do empreendimento, legalizados ou em fase de legalização como cooperativas, associações, ONGs ou OSCIPs.
Fonte: Web Site - lixo.com.br

Visite a CENCOR

A sede do Projeto está situada junto a Unicruz Centro, na rua Andrade Neves 308. No mesmo local funciona a CENCOR (Central Regional de Comercialização de Recicláveis). Na CENCOR são concentradas as atividades de negociação diretamente com a industria, na venda de materiais a serem reutilizados por elas, realizadas reuniões e busca de parceiros de negócios para a concretização dos objetivos do projeto. A Central também serve de ponto de referência aos catadores e a comunidade em geral interessada em apoiar o projeto e realizar doações de materias recicláveis.



Ligue CENCOR e tire suas dúvidas.
55 3321 1708

Projeto Beneficiará mais de 100 Catadores


O Projeto Profissão Catador: entre o viver e o sobreviver do lixo, elaborado pela Universidade de Cruz Alta e que em 2010 foi contemplado no Programa da Petrobrás Desenvolvimento e Cidadania está em pleno funcionamento. Desde março deste ano, quando iniciaram-se os trabalhos, a equipe formada por monitores, assistentes sociais, um publicitário, uma analista financeira e com a Coordenação das Professoras Enedina Maria Teixeira da Silva e Isadora Woyhs Cadore Virgolin, vem mantendo atividades junto as associações de catadores de Cruz Alta, já implantando o programa estabelecido no Projeto Profissão Catador. Atualmente estão em funcionamento duas associações, uma no Bairro dos Funcionários e outra no Bairro Acelino Flores. Em breve outras duas serão formadas a fim de atingir a demanda desta atividade que é grande no município. A meta é atender cerca de 100 catadores de materiais recicláveis em Cruz Alta, oportunizando assim a geração de renda para estas famílias que dependem desde processo como atividade profissional.